5 marcas de tinturas amigas dos animais 

Olá! Sei que o post de hoje será bastante proveitoso para muitas pessoas que, como eu, está sempre a procura opções vegans ou cruelty free no mundo dos cosméticos. E como a procura aqui no blog sobre esse assunto está grande, resolvi fazer uma lista de 5 marcas de tintura (brasileiras!!) amigas dos animais.

Vale lembrar que essa pesquisa foi feita com base no site Projeto Esperança Animal (PEA), que está sempre atualizando sua lista de marcas cruelty free aqui no brasil e também promovendo projetos de proteção animal e ambiental. 

Antes de montar esta lista, entrei em contato com as marcas e fiz algumas perguntas básicas como: A empresa realiza testes em animais para a fabricação de seus produtos? Utilizam ingredientes animais na composição dos mesmos? Pagam para algum laboratório fazer esses testes?

Fiquei muito feliz por ter recebido resposta de quase todas as marcas que questionei sobre o assunto e por saber que de fato nenhuma delas realiza esse tipo de testes.

4

  • Salon line (Não Houve resposta)
  • Yamá (Não houve resposta)
  • Elisafer

Resposta:

A Elisafer Cosmetics agradece seu contato e a sua preocupação em saber o tipo de teste realizado em nossos produtos e sua composição. Para seu conhecimento, nos rótulos de nossos produtos temos a composição, mas adiantando, não usamos nenhum produto de origem animal. Em questão ao teste em animais, para seu conhecimento , estes testes em cosméticos são proibidos em toda União Européia desde 2009.

Na maioria dos outros países os testes não são exigidos e nem proibidos, desta forma, são realizados a critério das empresas de cosméticos e dos fornecedores de insumos. Informamos que nossos produtos são testados em um Laboratório Certificado e Credenciado pela ANVISA, são testes não-animais.

  • Amend

Resposta:

Bom dia, Stefany, tudo bem? A Amend não realiza teste em animais, mas alguns produtos possuem sim ingredientes de origem animal.

Logo podemos notar que a Amend não é vegan, apenas não realiza testes em animais para a fabricação de seus produtos. Então perguntei quais produtos de origem animal a marca utiliza e a resposta foi:

Oi, Stefany. Informamos que não realizamos testes em animais ou em tecidos de animais criados exclusivamente para pesquisa, nem estimulamos estes tipos de testes.

As avaliações de segurança de ingredientes são realizadas através de métodos cientificamente válidos em humanos voluntários, visando à comprovação da compatibilidade, aceitabilidade e benefício, sempre atendendo aos princípios de ética em pesquisa envolvendo seres humanos.

Com relação a dúvida sobre coloração, informamos que o Tonalizante Supéria Color não possui nenhum ingrediente de origem animal. 🙂

  • Surya Brasil

Resposta:

Olá Stefany, boa tarde! Tudo bem?

A empresa Surya Brasil adotou o conceito vegano em 2009, desde então, retiramos qualquer tipo de ingrediente de origem animal ou que seja testado em animais. nossos produtos são 100% Vegan. Inclusive temos a certificação Vegan – Cruelty-Free.

Abraços, 🙂

  • *Bônus: Itallian Hairtech (Profissional)

Muitas vezes, quando cuidava do cabelo com a minha mãe, utilizávamos as tinturas da Itallian Color. E como essa é uma marca profissional, revolvi adicioná-la como um bônus nessa lista para ajudar as pessoas que tingem os fios em salão.

Resposta:

Olá! Como vai Stefany? Em primeiro lugar, gostaria de agradecer seu interesse por nossa marca.

Vamos lá! Nenhum de nossos produtos são testados em animais, todos os nossos testes de química, cores, e resultados em fios de cabelo são realizados em fios de cabelos humanos. Pode ficar tranquila que a nossa empresa é super responsável quanto a este assunto e as marcas são super liberadas. 

awebic-animais-felizes-20

Hoje em dia há diversas alternativas que substituem muito bem esse tipo de testes, como testes in vitro e também testes em seres humanos. Sendo de extrema importância que as empresas se comprometam a investir em pesquisas e novos métodos a fim de abolirem completamente testes em animais.

Avanços como esses são de grande ajuda para o bem estar desses bichinhos que há muito tempo são, de modo tão doloroso, feitos de cobaias com a finalidade de garantir o nosso bem estar.

Resenha: Loção de limpeza adstringente, Needs 

Olá gente!! Finalmente, depois de bastante tempo de pesquisa, poderei trazer aqui para o blog um assunto que de uns tempos para cá vinha sendo um problema para mim, mas que aos poucos fui conseguindo tratar.

Quem tem pele oleosa e com tendência a acne sabe o quão difícil é ter que se preocupar diariamente com cuidados faciais extras para manter a pele limpa e com menor chance de proliferação das bactérias causadoras desse problema. E por esse motivo há inúmeras marcas que oferecem diariamente uma gama enorme de dermocosméticos destinados a esses cuidados.

Mas, assim como na maioria dos produtos vendidos aqui no Brasil (Com exceção dos cosméticos), é um pouco complicado encontrar marcas que vendam esses produtos e que não os tenham testado em animais antes.

Depois de um tempo utilizando dermocosméticos não cruelty free, encontrei por acaso, em uma farmácia, uma linha para este fim da marca Needs. Como nunca tinha ouvido falar da marca antes, fiquei um pouco receosa, mas foi só perceber que a embalagem continha o selo cruelty free que me interessei e comprei para testar.

Desde o inicio pude notar muitos pontos positivos com relação a esse Adstringente. Além de ter o selo que indica não ter sido testado em animais, pode se dizer que é um produto com um ótimo custo benefício. É bastante fácil de encontrar, tanto em loja física quanto online, já que é vendido em todas as Drogaraia do país (Essa marca é exclusiva dessa drogaria) e também por ter um bom preço, custando 19 reais, se comparado aos adstringentes de outras marcas.

Outro ponto positivo é o fato de ele conter ácido salicílico, que é ótimo para quem tem pele acneica, já que contém propriedades antibactericidas. Além disso, esse foi o único adstringente que não provocou ardência da pele, algo que todos os outros fizeram, e também  limpou bem os poros.

Sinceramente, não tenho pontos negativos com relação a ele, por isso, finalizando, vou fazer um resumão de tudo o que eu gostei e que me fará compra-lo novamente quando esse meu acabar.

Pontos positivos:

  • Bom preço (19 reais)
  • Fácil de encontrar
  • Não agride a pele
  • Contém ácido salicílico na formulação
  • Não testa em animais
  • Rende muito
  • É de uma marca nacional

***Vale ressaltar que assim como esse, todos os produtos da linha Needs, fabricados pelo Instituto Pasteur de Cosmiatria são livres de testes em animais. Laboratórios habilitados pela ANVISA utilizam de testes in vitro e testes em seres humanos para atestar a qualidade e a segurança dos produtos dessa linha para a comercialização.

Resenha: Umectação Oliva, Lola Cosmetics

Depois de dar uma pausa nos assuntos do blog devido a loucura universitária, decidi começar 2017 com a meta de voltar a escrever aqui com mais frequência. Assim, já fiz minha lista de posts pendentes com muito assunto bacana e resenhas lindas sobre os produtinhos mais amados por mim no momento. E começando com grande estilo a volta dos posts aqui no blog, trouxe uma resenha muito pedida pelas amantes de cuidados capilares, a Umectação Oliva, da Lola Cosmetics.

É difícil encontrar alguém que use os produtos da lola uma vez e não se apaixone. Curti muito tudo o que usei da marca. Inclusive, por ser um dos meus favoritos, fiz uma resenha do Tonalizante Garota Veneno e indico todas as ruivas de plantão a dar uma olhada.

Há um tempo que o tinha colocado na minha lista de desejos capilares e um pouco depois comprei para testar. Por já ter usado outros produtos da marca, comprei com certa (e boa) expectativa e não me desapontei. Como mostrado na embalagem, esse é um umectante indicado para cabelos danificados e promete reduzir o frizz e repor a umidade natural dos fios, além de nutrir e aumentar o brilho. E tudo isso tendo como princípios ativos o Óleo de Oliva  e de Lavanda.

Além disso, a marca ensina varias maneiras de usar esse umectante, por isso vou lista-las a baixo. Mas eu, particularmente, não segui nenhuma delas. Usei o produto basicamente como condicionador e reparador de pontas e funcionou super bem para o meu cabelo.

Modos de usar:

1 – Uso como máscara nutritiva: lavar e condicionar os fios, aplicar a Umectação de Oliva como uma máscara, enluvando mecha a mecha, deixar agir por alguns minutos (seu tempo de pausa de costume), depois basta enxaguar e pronto! Cabelos profundamente nutridos;
2 – Uso como tratamento noturno: aplicar uma quantidade generosa nos cabelos secos (lavados ou não) e enluvar muito bem mecha a mecha para potencializar os resultados. Dormir com touca para proteger os fios e, após uma bela noite de sono, basta enxaguar e seguir a rotina de lavagem dos cabelos como de costume (lavar, condicionar, etc);
3 – Uso como pré-poo: aplicar nos cabelos secos antes da lavagem. Seja generoso na quantidade e enluve muito bem mecha a mecha. Dê uma pausa (que pode ir de 15 minutos a 2 horas) e depois lave os cabelos como de costume;
4 – Método “Lola” de Umectação: Lave os cabelos com shampoo, aplique uma quantidade generosa de Umectação de Oliva nos cabelos úmidos e dê uma pausa de 15 a 20 minutos . Se seus cabelos estiverem com a nutrição em dia, pode seguir com higienização e condicionamento comuns do cabelo. Se estiverem muito ressecados, basta enxaguar a umectação com água abundante, não condicionar e finalizar com seu creme de pentear habitual.
5 – Bye Bye pontas detonadas: Se você estiver com as pontas bem detonadas, espigadas mesmo, sabe, basta seguir esse passo a passo. Lave e condicione os fios e, com eles úmidos, aplique uma pequena quantidade de produto nas pontas. Não enxágue! Finalize os cabelos como de costume.

Já no primeiro uso senti uma enorme diferença. Meu cabelo estava bastante danificado, consequência do uso diario da famosa chapinha (que não me pertence mais), além dos problemas causados por tingir os fios. Percebi que os fios ficaram mais leves e fáceis de manusear e (o principal!) o frizz em cunjunto com o volume devido ao ressecamento diminuíram consideravelmente. Depois desse resultado foi só amores e passei a usar a Umectação 3 vezes na semana.

Algumas pessoas dizem que umectar os fios com muita frequência deixa o cabelo com aspecto mais pesado, mas cada caso é um caso. Eu, por exemplo, tenho ido a praia e a piscina com bastante frequência nesse verão, por isso há uma necessidade maior de proteger os fios dos danos do sal e do cloro. O ideal é comprar o produto e fazer um teste, assim você saberá melhor quantas vezes é ideal umectar os fios para obter o resultado desejado.

Após 1 mês de uso constante posso dizer com propriedade que gostei bastante dos resultados que tive. O preço relativamente salgado, entre 45 e 50 reais por 200g de produto, vale bastante a pena se considerar a durabilidade que ele tem, já que é preciso pouca quantidade de creme para umectar bem o comprimento dos fios.

***Vale sempre lembrar que os produtos da Lola, assim como todos os outros indicados aqui no blog, são livres de testes em animais. Uma informação super importante e que nos ajuda a escolher melhor como gastar nosso dinheiro com empresas que presam pelo bem estar animal.

Resenha: Shampoo Less Poo Yamasterol

Em primeiro lugar, o que é esse tal de Less Poo? (ou Low Poo se você preferir). Então, a técnica do Low Poo é baseada no uso de produtos que sejam livres de químicos pesados que agridam o couro cabeludo. Essa pratica defende a utilização de shampoos com agentes de limpeza de caráter leve, que realmente limpem o cabelo sem levar embora junto a oleosidade natural do fio.

A técnica é indicada principalmente para cabelos ondulados e cacheados, pois geralmente são mais secos devido a dificuldade da oleosidade natural do fio percorrer o cabelo todo por causa das ondas. Mas todo mundo pode usar, já que faz um bem danado não só para os fios, mas também para o corpo.

É importante ressaltar também que a pratica Low Poo não é só trocar o Shampoo por outro que não contenha sulfato, mas também trocar o condicionador, mascaras e tudo mais que você costuma usar no cabelo.

Para a utilização dessa técnica só é permitido o uso de shampoos livres de substâncias como:

Sodium Laureth Sulfate: Responsável pela formação da espuma que trás a sensação de limpeza do couro cabeludo, mas em contrapartida tira a proteção natural do fio. É um composto de baixo valor encontrado na maioria dos agentes limpantes do dia-a-dia, seja para cabelo, para lavar a louça ou o chão. E seu uso a longo prazo pode causar ou agravar doenças como o câncer.

Petrolato/Petrolatum, Óleo Mineral/Mineral Oil, Parafina Líquida/Paraffinum Liquidum: São variações de um único óleo natural, o Petróleo. Também tem um baixo valor de mercado, por isso são usados em diversos produtos como cosméticos e remédios. A parte ruim desses três compostos são o fato deles além de não promover hidratação alguma para o cabelo, ainda criam uma película impermeável nos fios, impedindo a hidratação e a reposição nutricional deles. Not cool!

DSC_0005

Mas Stefany e a resenha??? Vamos lá. Eu testei durante a ultima semana esse Shampoo super fofo da Yamá e estou amando. Já fazia um tempo que queria testar algum produto utilizado nessa técnica, mas sempre esquecia de comprar.

Oque diz a marca: O Shampoo Less Poo foi especialmente desenvolvido para quem busca uma limpeza suave, com pouca espuma. Remove o Acúmulo de sujeira sem ressecar os cabelos. Sua fórmula é enriquecida com os óleos de chá verde e aloe que possuem propriedades anti-oxidantes, adstringentes e hidratantes.
É indicado para quem procura por uma limpeza menos agressiva aos fios, cabelos quimicamente tratados, ressecados; Pode ser utilizado também antes ou depois de qualquer química e causa menos desbotamento em cabelos com coloração.

Na primeira lavagem estranhei um pouco, já que como ele não contém sulfato faz pouquíssima espuma. Tive aquela sensação de não limpeza, mas depois de secar o cabelo percebi a diferença, os fios ficaram mais leves.

Sabe quando você passa o shampoo e o cabelo fica duro, parecendo bucha vegetal, então, logo na primeira lavagem já não senti mais isso. Esse efeito é causado pelo sulfato.

Ele tem um cheirinho bem suave de menta, já que na composição tem Óleo de chá verde e Aloe. O shampoo é bem fininho e quase transparente,  e também achei fácil de espalhar.

DSC_0007

Outro ponto bastante legal é que ele não contém silicone, corante, parabenos e sal. Ponto positivo para a Yamá.

Gostei muito do resultado desse shampoo e com certeza pretendo experimentar mais produtos dessa técnica. Meu cabelo ficou com mais brilho e bem mais leve. Sem falar no frizz né migas, diminuiu muito. Super indico!!

E o precinho? Podem soltar fogos de comemoração, já esse queridinho ai de cima é tudo menos caro. Paguei R$9,90 na Della Cosméticos aqui onde eu moro, mas achei em alguns sites por R$12,90 (320 ml) e R$28,90 (900 ml)

Lista: Marcas de cosméticos nacionais que não fazem testes em animais

Oi, gente, voltei! Sei que ando meio desleixada com a programação dos posts, mas prometo corrigir isso já. E como prometido a vocês há um tempo, hoje trouxe uma listinha (não completa) de marcas nacionais que não utilizam animais para testes em cosméticos. Fiz uma seleção com algumas marcas que geralmente uso no dia a dia e algumas que sempre estão presentes nas listas de Cruelty free nacionais, e que tenho muita curiosidade em testar.

tg.png

 

Infelizmente na legislação brasileira não há leis que proíbam o uso de animais para a realização de testes de cosméticos e produtos de beleza em geral, mesmo havendo alternativas eficazes que garantam com segurança a qualidade dos ingredientes utilizados na fabricação dos produtos. Sendo assim, cabe àqueles que defendem o bem estar dos animais boicotarem as marcas que ainda optam por esse tipo de técnica.

Ps: Se vocês quiserem mais listas com nomes de marcas nacionais ou internacionais que testem ou não, deixem aqui nos comentários ou comentem lá no Instagram do blog. ♥

 

 

 

Indicação: Cosméticos liberados para Low Poo e Co Wash

Sempre que posto algo relacionado a esse assunto no blog percebo o quanto as pessoas têm curiosidade sobre essa técnica. Já faz um ano que aderi a técnica Low Poo e no decorrer do tempo pude notar as diferenças entre lavar o cabelo com cosméticos convencionais e lava-los com produtos livres de certos componentes químicos. Principalmente quem tem cabelos tingidos ou ressecados sabe da importância da escolha de um bom Shampoo e Condicionador. Até porque, más escolhas e um mal cuidado fazem com que o resultado final de um tratamento seja bastante indesejado.

Em primeiro lugar, é bastante importante analisar os rótulos dos produtos antes de compra-los, já que, não adianta ter um preço X e ainda assim trazer em sua composição agentes baratos e maléficos para a saúde dos fios. No geral, é bom ficar atento aos seguintes componentes: Sulfatos, Petrolatos e Parabenos. Mas para dificultar ainda mais a nossa vida, eles são indicados em diferentes variações (Farei um post completo sobre isso!).

Mas, com tudo tem um lado bom, algumas marcas maravilhosas perceberam a demanda sobre esses cosméticos e decidiram criar linhas (e também modificar todos os outros produtos) especiais para os praticantes dessas técnicas).

low poo.png

A primeira linha é a #To de cacho, da Salon Line (E o condicionador deles já virou resenha aqui no blog). De acordo com a marca, o shampoo e condicionador são super indicados para Low Poo e Co wash, além de cuidar muito dos fios, dar mais brilho e modelar os cachos. Por experiência própria estão super aprovados!

A linha Less Poo e CoWash!, da Yamá também foi tema de resenha por aqui e também são super aprovados para a técnica. Esse é um combo ideal, principalmente (na minha opinião), para cabelos que não sofrem habitualmente com processos de química.

A ultima indicação é a linha Morte Súbita, da Lola. Dessa listinha, essa foi a única linha que não testei, mas tenho bastante curiosidade. Segundo as pesquisas que fiz, eles são bastante elogiados entre os consumidores da marca e também super aprovados para a técnica.

Então, já sabendo de tudo isso, porque não abrir um espacinho para os produtos Low Poo no seu ritual diário de beleza? E quando fizer, conta aqui em baixo o que achou da técnica e quais as diferenças que você sentiu no tratamento dos fios. 😉

Vale lembrar que, além de super indicados para a técnica, os produtos indicados também tem selo Cruelty free. ♥

Aprovado: S.O.S Bomba de Vitaminas, da Salon Line 

 

Seja por necessidade ou só para mudar um pouco o visual, sempre cortamos o cabelo e um tempinho depois desejamos ter todo aquele comprimento de volta (ou que, pelo menos, o cabelo cresça mais forte e mais bem cuidado). Por isso é ideal escolher produtos que atendam suas expectativas e façam um bom trabalho. E, depois de um tempinho sem pisar numa perfumaria, decidi dar uma passada em uma para ver o que tinha de novo e, junto com o condicionador só amor Desmaia Cachos, trouxe para casa para testar o S.O.S Bomba de Vitaminas, da Salon Line.

Já pela embalagem da para perceber que o Shampoo tem em sua formulação uma serie de ingredientes que prometem tratar e fortalecer os fios, como aquelas famosas misturinhas caseiras e os shampoos bomba que foram febre na internet.

Composição: Aqua, Disdium EDTA, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Polyquartenium-7, Sodium Laureth Sulfate, Cocamidopropyl Betaine, Glycol Distearate, Cocamide DEA, PEG-90M, Sodium PCA, Parfum (Fragrance), Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone, DMDM Hydantoin, Whey Protein, Retnyl Palmitate, Rose Extract, Glycyrrhiza Glabra Rhizome/Root, Cichorium Intybus Leaf Extract, Hydrolyzed Rhodophycea Extract, Panthenol, Bertholletia Excelsa Seed Oil, Menthol, Biotin, Propylene Glycol, Ricinus Communis Seed Oil, Phenoxyethanol, Methylparaben, Ethylparaben, Propylparaben, Butylparaben, Imidazolidinyl Urea, Butylphenyl Methylpropional, Hydroxycitronellal, Limonene, Linalool.

  • Shampoo sem sal: Limpeza mais suave.
  • Whey Protein: Rico em aminoacidos essenciais com forte poder restaurador.
  • Vitamina A: Auxilia no crescimento saudável dos fios.
  • Óleo de Rícino: Auxilia no combate a quebra dos fios, fortalecendo-os.
  • D-Panthenol: Dá força aos cabelos, hidrata e combate o ressecamento.

Resultados: Depois de um mês de uso consegui notar bons resultados em relação ao uso desse shampoo, tanto em crescimento quanto ao aspecto em geral. Em média meu cabelo cresce de 1 a 1,5 cm, já que uso tintura, e durante esse período notei que o cabelo cresceu quase 2 cm. Além disso, senti uma maior hidratação, brilho e leveza dos fios, algo que me agradou muito. Não tive problemas com relação a consistência e nem com o cheiro, os dois são bem agradáveis.

No geral fiquei bastante satisfeita com o resultado, o que me faz querer usa-lo até enjoar.

Ele e todos os produtos da Salon Line são encontrados facilmente em qualquer perfumaria a preços bastante acessíveis, o que faz com que a marca entre na minha listinha de produtos BBB.

Avaliação Geral: 9,8

  • Proposta condiz com o prometido: 10/10
  • Formula: 9/10
  • Embalagem: 10/10
  • Maciez e brilho: 10/10
  • Tratamento dos fios: 10/10